Pesquisa do Sisemp demonstrou insatisfação dos servidores do UVCZ com estrutura e condições de trabalho

04/05/2022 04/05/2022 15:22 133 visualizações

Mais de 57% dos servidores da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ) estão insatisfeitos com as condições da estrutura física do seu local de trabalho. A constatação se deu a partir de visita de equipe do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Palmas a UVCZ, em março, quando foi aplicado um questionário aos servidores que responderam em condição de anonimato. O resultado da pesquisa foi enviado ao secretário municipal de Saúde, solicitando providências para os problemas apontados.

O presidente do Sisemp, Heguel Albuquerque, informa que na ocasião 24  trabalhadores lotados na UVCZ responderam ao questionário, caracterizando a maioria dos trabalhadores lotados na Unidade.

Quando abordados sobre a estrutura física da UVCZ, 20,8% dos trabalhadores responderam serem péssimas estas condições e 37,5% responderam serem ruins, ou seja mais da metade dos servidores responderam que a estrutura fisíca não possui condições adequadas de trabalho; em relação à falta de insumos necessários às atividades laborais, 83,3% responderam que faltam insumos com frequência.

Abordados sobre o grau de ansiedade no trabalho, 66,6% responderam apresentar alguma ansiedade, sendo que 25% do total informaram apresentar muita ansiedade; já sobre a questão que envolve assédio moral no ambiente laboral, 25% informou que já foi assediado;

Em campo opcional para os trabalhadores colocarem críticas e sugestões foram colhidas solicitações para que seja dada mais atenção à UVCZ quanto à estrutura física das edificações e à disponibilização periódica de Equipamentos de Proteção Individual fornecidos aos trabalhadores por relatarem falta frequente dos mesmos. Ainda também solicitaram melhor acompanhamento das condições de saúde dos servidores.

Após a pesquisa o Sisemp elaborou ofício com os resultados e enviou a Secretaria Municipal de Saúde “notificamos o Secretário de Saúde para que tenha ciência das condições gerais relacionadas à UVCZ e aos seus trabalhadores e elabore e/ou implemente políticas públicas voltadas à valorização da Vigilância e Controle das Zoonoses em Palmas, bem como ao ambiente salubre e agradável aos servidores que atuam neste importante pilar do Sistema Único de Saúde”, ressaltou Albuquerque.