Professores impedidos de utilizarem o ar condicionado em sala de aula podem denunciar ao Sisemp

17/09/2021 17/09/2021 08:41 216 visualizações

Após ação do Sindicato dos Servidores Municipais de Palmas (Sisemp), escolas municipais de Palmas que estavam impedindo o uso do ar-condicionado em sala de aula mudaram de posição e liberaram o uso. Entretanto, foram recebidas denúncias de que algumas escolas ainda estão vetando a utilização do aparelho, assim o Sindicato orienta os professores que tiverem recebendo esse tipo de impedimento, que procurem o Sindicato para que sejam tomadas as providencias necessárias. 

Os aparelhos não estavam em uso por alegação de medida de prevenção à Covid-19, entretanto, não há normas que recomendam o desligamento do ar-condicionado e a não utilização dos mesmos no período mais seco e quente do ano tem causado mal-estar em alunos e professores. 

Após reclamações dos professores o Sindicato procurou a Secretaria Municipal de Educação que informou não haver essa orientação e que os diretores das unidades escolares possuem autonomia sobre a questão, sendo que a medida costuma ser tomada para redução de custos, o que torna o ambiente insustentável nas escolas municipais de Palmas. 

“Sabemos que Palmas é uma das cidades mais quentes do País e estamos no período de maior calor. Manter o ar-condicionado desligado torna a presença nas salas de aulas quase insuportável, o que interfere diretamente nos processos de ensino-aprendizagem, temos recebidos inclusive relatos de estudantes que passaram mal em sala de aula, devido ao calor intenso. Esta também é uma situação relativa à saúde de estudantes e professores”, afirma o presidente do Sisemp, o biólogo sanitarista e professor, Heguel Albuquerque.

Desta forma, o Sindicato orienta os professores que estejam sendo impedidos de utilizarem o aparelho de ar-condicionado que informem ao Sindicato, que irá tomar as providências cabíveis.